Banner da zona
        English Version
[anteriores 99 - 00]
   
 

Ciência e Desporto

Imagem Desporto

O desporto moderno é uma combinação de ciência, destreza, dedicação e esforço total. Nesta exposição podia testar as suas capacidades e experimentar uma variedade de actividades desportivas: o simulador de Surf, o Basquetebol, o início da corrida dos 100m no Atletismo, a Escalada, o Voleibol numa versão virtual, o Ténis sem parceiro e o remate à baliza no Futebol. Uma série de pequenos módulos permitiam medir as capacidades individuais de cada um como o ângulo de visão, o salto em altura e a flexibilidade entre outros.

Esta exposição foi concebida pelo Science Museum de Londres.

A Ciência e o Praticante Desportivo era uma componente portuguesa que apresentava o tema do Doping, organizado pela Secretaria de Estado do Desporto e uma mostra de trabalhos em suporte multimédia da Faculdade de Motricidade Humana. Nesta última 3 módulos interactivos permitiam experimentar uma plataforma de esforço, ouvir a força dos músculos e realizar um teste sobre o tempo de reacção.

Guia da exposição “Ciência e Desporto”, do Science Museum de Londres, e que esteve patente no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva até Março de 2000. Este guia, dá-lhe a oportunidade de descobrir como o conhecimento científico levou a um maior entendimento e a melhores resultados a todos os níveis do desporto no mundo actual.

Com 71 imagens, a maior parte delas de uma beleza extraordinária, e com 56 páginas, está a venda na livraria do Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva por 2,5 €.

A exposição "Ciência e Desporto" esteve patente de 25-07-1999 a 31-03-2000.

* Para conseguir visualisar documentos em formato .pdf precisa de instalar Acrobat Reader.


[Panorâmica] (73 kb)
Consultar catálogo (pdf) [1] [2] [3] (639kb, 989kb, 187kb)
[Download catálogo] (zip; 1731kb)
[ Consultar módulos ]
[Download módulos] (zip; 231kb)

O Vácuo

Imagem Vácuo

Otto von Guericke realizou pela primeira vez em 1652, em Magdeburg uma experiência onde provou a existência do vácuo.
Colocou duas meias esferas de cobre juntas de forma a obter uma esfera de cerca de 35 cm de diâmetro. Depois retirou o ar da esfera e emparelhou oito cavalos a cada uma das metades. Incitados a moverem-se, a força dos cavalos não foi suficiente para separar os dois hemisférios.

Estava provada a existência do nada : o vácuo.

Guericke foi mais além. Provou que o nada existe, que é uma contradição, mas que não deixa de ser verdadeira. Abriu caminho para uma nova perspectiva sobre a Terra e o Universo, bem como sobre a Tecnologia e a Ciência.

A técnica do vácuo é hoje essencial para a produção de inúmeros processos de fabricação industriais. Sem vácuo não haveria ecrãs de tv, computadores, raios x ou lâmpadas de iluminação.

A exposição "O Vácuo", concebida pelo Deutsches Museum, esteve patente de 25-07-1999 a 31-12-1999.

 
Parque das Nações, Alameda dos Oceanos, Lote 2.10.01, 1990-223 Lisboa, Portugal
Reservas: +351 21 891 71 04 / Tel Geral: +351 21 891 71 00 / Fax: +351 21 891 71 71